Você sabia que o glaucoma, uma doença que prejudica aos poucos a visão periférica de um indivíduo, atinge até um milhão de brasileiros? Além disso, não tem cura e é uma das principais causas de cegueira no mundo inteiro. O que isso tem a ver com exercícios físicos? Tudo!

Recentemente, estudiosos da Universidade da Califórnia (EUA), fizeram uma pesquisa com mais de 11 mil pessoas a partir dos 40 anos. O resultado foi surpreendente: quem era mais ativo nas atividades físicas, a incidência dessa condição era menor. Ou seja, se exercitar diariamente também faz bem para os olhos!

Boa notícia para essa segunda-feira, não é mesmo? Então anota aí: a cada dez minutos a mais de práticas moderadas e intensas por semana, o risco de ter glaucoma cai para 25%, de acordo com o estudo. Como isso é ainda uma novidade, é preciso estudar mais. Porém tudo indica que essa também é uma boa “desculpa” para acrescentarmos na lista de “motivos para praticar atividades físicas”.

E se você está se perguntando o que uma coisa tem a ver com a outra, especialistas explicam: um dos fatores importantes para desenvolver a enfermidade em questão é o fluxo de sangue que o nervo óptico recebe. Então, dá para concluir que quadros que alteram a circulação nessa região, como por exemplo a pressão alta, podem aumentar o risco dessa doença aparecer. Então, acrescentar na rotina exercícios físicos ajudam a afastar outros problemas que estão por trás do glaucoma!

Claro que outras medidas para evitar tal condição são importantes, como fazer exames para prevenir, combinado? Mas de qualquer forma, fica essa dica e espalhe essa notícia por aí!